A Nova Energia

Atualizado: 19 de Mai de 2020

Num Multiverso dimensional de infinitas possibilidades, onde o peso da matéria gradualmente vai sendo substituído pela sutileza do existir, qual a necessidade real de presença física nos trabalhos salutares da existência? A mente racional egoica manipuladora, que generaliza, exclui e distorce todas as informações recebidas, é a mesma que neste momento deve ser silenciada e gentilmente colocada em segundo plano. Desta forma, o sentir, o fluir e o fazer com leveza acontecerão em equilíbrio, em congruência, a serviço de um objetivo maior. Enquanto corríamos enlouquecidos de um lado para o outro, em uma rotina frenética, que não nos proporcionava nada além de descargas exageradas de adrenalina e cortisol, os propósitos maiores da existência passavam. E passaram sem espera. Nada já programado espera que você acorde para que pegue o mesmo trem. Enquanto nos perdemos nas tarefas materiais criadas por nós mesmos - sim, porque tudo, absolutamente tudo o que fazemos, foram rotinas que nós próprios criamos, de acordo com aquilo que nos ensinaram - os momentos de mudança passam. Aqueles que têm os olhos abertos para dentro acompanham, aqueles que estão voltados para fora, ficam. Tudo pode ser muito melhor do que é hoje. A mudança já chegou. A energia já mudou. Já chegou o tempo das molduras dogmáticas criadas pelo ego serem desconstruídas. Repetição de padrões de comportamento geram os mesmos resultados que conhecemos. O quão aberto você está para a mudança? Deseja ela loucamente, mas esta de fato disposto a deixar a sua zona de conforto e vivê-la em toda sua intensidade? Não existem mais gurus, mestres, iluminados, religiões, doutrinas que falarão o que você deve fazer. O que você deve fazer esta aí dentro de você. Sempre esteve. O tempo todo. Tentaram de todas as maneiras nos confundir. Mas essa velha forma de viver não faz mais sentido para a maioria. Hora de se ouvir. De se olhar. De se sentir. De se permitir. De confiar. De se entregar a sua mais profunda essência. Sem os véus que encobriram nossa consciência, trazendo confusão, falta de confiança e medo. Esses sentimentos são ilusórios e não fazem parte da nossa consciência, nem tampouco deste novo momento. Consciência é aquilo que fala conosco além da mente, além do pensamento. É aquilo que sentimos e por vezes - muitas vezes - ignoramos. Isso é o que você é de verdade. E você sabe disso. Nessa nova energia sutil que adentramos no planeta em que vivemos, todas as convenções ditas obrigatórias mudam o "como". O pensamento consciente e direcionado nos impulsionará a fazer milagres. É para isso que a mente serve. Para nos servir. Não mais para que sejamos sua serva. Sempre que pensamos em algum local, já estamos lá em consciência. O que se torna fisicamente necessário em um momento de sutileza energética? Hora de reequilibrar os corpos que nos constituiem, a aprender a usar a mente a nosso favor. Com esse domínio poderemos estar em qualquer lugar, a qualquer momento que quisermos, operando, ajudando, fazendo aquilo que sabemos que devemos fazer. Nenhum bloqueio material será empecilho para que façamos aquilo que precisamos. Nada mais nos impedirá de agir. A materialidade deve estar a nossa disposição inteiramente para nos auxiliar na nossa caminhada. Ela não é o objetivo da nossa existência. Saber lidar com ela é o que fará a diferença entre sermos dominados pela ilusão que ela traz ou a usarmos a nosso favor em prol de algo maior. Podemos transformar qualquer local em um ponto de luz. Um ponto de comprometimento, respeito e responsabilidade com o todo. Nenhum lugar é melhor que o outro. Nós fazemos o ambiente em que vivemos. Enquanto colapsarmos realidades supérfluas e densas, é o que teremos. E assim será em qualquer lugar.


Shely Paz


#silencie #olheparadentro #naoexistenadafora #5d #essencia #cienciacosmica #reconexao #energia #natureza #desenvolvimento #chacaramangala #autocura #barrasdeaccess #accessconsciusnes #permitase #alegramente #alegria #leveza #bemestar #qualidadedevida #juntosomosmelhores #yoga #meditacao #cura

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Elucidando Mediunidade/Sentividade e Barras de Access

Tive a oportunidade de atender semanalmente, por mais de um ano, ininterruptamente, uma pessoa que sofria de síndrome do pânico há alguns anos. Cada sessão era uma manifestação diferente, sempre surpr

Elucidando Campos Mórficos e Barras de Access

Elucidando Campos Mórficos e Barras de Access Quando nos interessamos por algum assunto, acessamos o campo informacional que permeia o que aquilo é. O mesmo se dá quando agendamos uma consulta, sessão