Crenças são como cascas

Atualizado: Out 29

As crenças são como cascas; criam um ambiente seguro que preserva seu conteúdo e protege sua integridade, mas... ao mesmo tempo, oferecem tão somente um lugar apertado, limitado, que impede qualquer possibilidade de crescimento quando mantém-se intactas.


As cascas preservam a essência... mas apenas quando rompidas inicia a sua real manifestação no mundo.


O brotar da semente requer o romper das cascas... por vezes doloroso e desconfortável... nos tornamos suscetíveis ao mundo.


Nesse estado de vulnerabilidade, finalmente enraizamos... nos unificamos com a Terra e iniciamos o processo de contatos e inter-relacionamentos que vai além de qualquer explicação.


Quando a casca se rompe entendemos o quão apertado era aquele lugar que tínhamos escolhido ficar.

Encolhidos dentro de nós mesmos, resistentes ao compartilhar da nossa essência, nos preservamos, mas também  não expandimos.


Enraizados, brotamos... emergindo de nós mesmos, rumo à expansão e ao compartilhar do que somos, numa expressão de amor e beleza que só quem se permite sair da casca, vive.


Não fique a mercê de si mesmo.

Rompa as cascas que te limitam, enraíze e solte seus brotos...

é com esse processo que florescerá a beleza que és, e que o mundo anseia em contemplar.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo